Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Notícias / Capacitação

SENAR-MT capacita mais de 50 mil pessoas em 2018

Da Redação - Thaís Fávaro

22 Jan 2019 - 09:57

Foto: Assessoria

SENAR-MT capacita mais de 50 mil pessoas em 2018
O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT), em parceria com 93 Sindicatos Rurais, realizou 4.079 treinamentos que capacitaram e qualificaram 50.235 pessoas para trabalhar nas 15 principais cadeias produtivas do Estado. O setor que mais demanda cursos ainda é o de máquinas e implementos agrícolas. "Só para esta área capacitamos 6.542 pessoas", ressalta o superintendente do SENAR-MT, Otávio Celidonio.
 
Leia mais
SENAR-MT capacita mais de mil pessoas nos centros de treinamentos este ano 

Dinâmico e moderno, este setor necessita cada vez mais de profissionais capacitados para extrair o máximo dos equipamentos agrícolas. "Assim conseguimos reduzir os desperdícios, melhorar a produtividade e, consequentemente a rentabilidade", explica Celidonio. Ele diz ainda que para atender essa necessidade, o SENAR-MT tem feito muitas parcerias, incluindo empresas privadas e instituições de ensino e pesquisa.

Além dos cursos e treinamentos, o SENAR-MT tem ainda programas e projetos especiais. Somando todas as ações da instituição, em 2018 aconteceram 4.791 ações educacionais, onde foram atendidas 113.926. "É importante esclarecer que quando falamos em atendimento incluímos as pessoas atendidas em todos os nossos programas e projetos especiais, assim como o Mutirão Rural, Cine Senar e outros", enfatiza Celidonio.

Capacitação para lideranças

Preocupado em despertar e promover a formação de quem nasce, mora e trabalha no campo por toda vida, o SENAR-MT oferece programas, treinamentos e projetos que garantam a continuidade de seu protagonismo nas atividades ao longo do tempo. As capacitações nesta área são feitas por meio de módulos. Sendo assim, normalmente, há somente uma turma a cada ano.

18 a 24 anos - Futuro Produtores do Brasil 
Com carga horária de 116 horas, este programa recebe os jovens de 18 a 24 anos. Os participantes têm que ser filhos de produtores rurais ou empresários que atuam no agronegócio. O conteúdo do programa inclui competências de gestão, habilidades de negociação na relação do gestor rural com seus subordinados. Em 2018 foram capacitadas 34 pessoas.
 
24 a 30 anos - CNA Jovem
Criado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o SENAR-BRASIL, este programa tem etapas estadual e nacional. A intenção é engajar o jovem de 24 a 30 anos na resolução de desafios do agro para situações do Estado com a elaboração de um plano voltado a um problema ou oportunidade local. Em 2018 foram capacitadas 14 pessoas.
 
De 30 anos em diante – Academia de Liderança
A partir dos 30 anos, para consolidar o processo de protagonismo do líder rural, o SENAR-MT mantém, em parceria com a Famato e a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprojosa), a Academia de Liderança. Com a perspectiva da defesa de classe, o programa prepara líderes em Mato Grosso para enfrentar as adversidades do setor agropecuário e ampliar a rede de conatos dos representantes. Seu público são os agentes que atuam em sistemas sindicais patronais e de trabalhadores rurais. Em 2018 foram capacitadas 36 participantes.

SENAR-MT na Educação Formal

Em 2016 a entidade passou a oferecer educação formal.  Iniciou duas turmas de 50 alunos do curso de Técnico em Gestão no Agronegócio por meio da Rede e-Tec, um programa de formação técnica de nível médio, na modalidade a distância, criado pelo governo federal, com duração de 1.230 horas. As aulas acontecem nos Centros de Treinamento e Difusão Tecnológica de Sorriso e Campo Novo do Parecis. Está em andamento duas turmas no polo de Sorriso e duas no de Campo Novo do Parecis.

Faculdade da CNA - Com polo somente em nas capitais (no caso de Mato Grosso - somente em Cuiabá) – oferta cinco cursos de Graduação – por meio do Ensino a Distância (EAD). Porém as provas são presenciais realizadas na sede do SENAR-MT. Os cursos são autorizados pelo Ministério da Educação (MEC). Atualmente em Mato Grosso são 18 alunos matriculados na Faculdade CNA. A faculdade está com as inscrições abertas para o processo seletivo 2019 até o dia primeiro de março. Mais informações no site.
 
Cursos ofertados:
-  Gestão do Agronegócio (duração 3 anos)
-  Processos Gerencias (duração 2 anos)
-  Gestão Ambiental (duração 2 anos)
-  Logística (duração 2 anos)
-  Gestão de Recursos Humanos (duração 2 anos)

ATeG atua em duas cadeias produtivas

Em 2015, o SENAR-MT passou a oferecer assistência técnica e gerencial (ATeG). O primeiro programa foi o SenarTec Leite para a cadeia produtiva do leite, implantado em Pontes e Lacerda, com o atendimento de 120 produtores. Em 2018 o SENAR Tec Leite está em outros 14 municípios e o número de produtores atendidos chegou a 2.758.  Atualmente o SENAR Tec Leite conta com a parceria da COMAJUL, CAJES, UNEMAT.
Horticultura - Em 2018 em função da grande demanda, o SENAR-MT formatou e lançou o SENAR Tec Horitcultura. Para 2019 a expectativa é atender 25 propriedades que desenvolvem a cadeia produtiva da olericultura e 25 que trabalham com a fruticultura. Estas 50 propriedades estão localizadas no município de Tangará da Serra.

Em Mato Grosso já são 22 NACs prontos para a realização de treinamentos

Os Núcleo Avançados de Capacitação (NACs) São estruturas, geralmente construídas próximas às sedes dos sindicatos ou junto dos parques de exposição, são dotadas de salas de aula, cozinha industrial, pequenos auditórios em algumas unidades, salas administrativas e todo equipamento necessário à realização de treinamentos técnicos profissionalizantes, bem como para os  cursos de promoção social, principalmente aqueles da áreas de alimentação, nutrição e artesanato. As cozinhas industriais construídas nos NACs instalados em parques de exposição têm paredes de vidro para que a execução das oficinas e das vitrines de carnes e outros alimentos possa ser acompanhada pelo público.

Ao todo são 41 NACs. Destes 22 estão em uso, cinco em obras, 10 já tiveram a construção aprovada e há ainda quatro solicitações que estão em avaliação para serem aprovadas.

Centros de Treinamento e Difusão Tecnológica (CTs) são uma parceria estabelecida junto aos Instituto e Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ima/Ampa) com a instalação dos Centros de Treinamento e Difusão Tecnológica nas cidades de Sorriso e Campo Novo do Parecis.

Em 2018 foram realizados 140 treinamentos, para capacitar 1.513 pessoas. Ao longo do ano passado foi estabelecida parcerias com as empresas Landini, Case, New Holland, Valley, Stara, Baldan, Massey Fergunson, Inroda, Xmobots, Horus e Trimble.
Em 2019 já foram concretizadas parcerias com Saci Soluções Integradas, Valtra, Precision Planting e Agrosystem.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet