Agro Olhar

Sábado, 24 de junho de 2017

Notícias / Energia

"Energia não é luxo, é qualidade de vida", afirma Taques em anúncio de R$ 284 mi do Luz para Todos

Da Redação - Viviane Petroli/Da Reportagem Local - Jardel P. Arruda

14 Mar 2017 - 11:07

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

O Ministério de Minas e Energia anunciou investimento de R$ 284 milhões para o programa Luz para Todos em Mato Grosso. Os investimentos devem contemplar com energia elétrica 10 mil famílias mato-grossenses. Segundo o governador do Estado, Pedro Taques, "energia hoje não é luxo, é qualidade de vida, é direito fundamental do cidadão".
 
O anuncio foi realizado em Cuiabá nesta manhã de terça-feira, 14 de março, e contou com a presença do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Ele destacou que com o recurso de R$ 284 milhões será possível levar aproximadamente 18  mil ligações de energia elétrica para os mato-grossense, contemplando cerca de 10 mil famílias.
 
Leia mais:
Cidinho cobra assinatura de contrato para retomada de obras do Luz para Todos em MT

O programa foi interrompido em  meados de 2012 e a estimativa é que Mato Grosso tenha um déficit de em torno de 40 mil ligações elétricas. O ministro Fernando Coelho Filho explicou que o programa havia sido paralisado pelo Ministério de Minas e Energia em decorrência a falta de recursos visto a crise financeira que o país passava.
 
"Por determinação do presidente Michel Temer retomamos esse programa", disse o ministro. Segundo Fernando Coelho Filho, Mato Grosso é o segundo Estado a ter o programa retomado. "Nós sabemos que esse é um dos programas sociais talvez mais importante tocado pelo governo brasileiro para dar acesso energia", disse o ministro.
 
O governador Pedro Taques lembrou que no início do governo Dante de Oliveira Mato Grosso era um estado importador de energia elétrica e que ao final do mesmo passou a ser exportador. "No entanto, existe um déficit para universalização das ligações e este programa é muito importante. Hoje, ligação na casa é um direito total do cidadão. Não é luxo. É um direito para que o cidadão possa concretizar outros direitos. Sem energia não há que se falar em desenvolvimento e desenvolvimento hoje é sinônimo de paz".
 
As ligações devem levar energia para família de em torno 100 municípios, de acordo com o secretário de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Fernandes. "É uma conquista histórica que com certeza vai dar outro rumo para a agricultura familiar. É uma condição fundamental ter energia elétrica. Sem energia elétrica não há resfriador, não tem aparelhos domésticos, não tem escola, não tem saúde, não tem nada. É uma condição mínima para sobreviver no campo à existência de água e energia elétrica".

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Helio Ehret
    15 Mar 2017 às 07:31

    Sr.Laércio,no governo FHC surgiu o programa Luz para Todos,em que os interessados faziam um pagamento antecipado de parte do valor,milhares acreditaram,e nunca viram a luz e nem o dinheiro que deram! No governo Lula surgiu o programa "Luz para Todos" que beneficiou milhares de pessoas sem nenhum custo!!

  • Laércio Augusto
    14 Mar 2017 às 13:46

    É Luis Carlos, mais um projeto social implantado pelo FHC do qual o Lula mudou a denominação e se apropriou.

  • Luis Carlos
    14 Mar 2017 às 12:25

    PSDB fazendo festa com projeto idealizado pelo PT....kkkkkkkkkkk. Lula lá lá

Sitevip Internet