Agro Olhar

Terça-feira, 17 de outubro de 2017

Notícias / Geral

Missão no Canadá retorna com perspectiva de novos para o setor de mineração em Mato Grosso

Da Redação - Viviane Petroli

13 Mar 2017 - 08:00

Foto: Divulgação/Sedec

Missão no Canadá retorna com perspectiva de novos para o setor de mineração em Mato Grosso
Empresários do setor de mineração de Mato Grosso participaram de mais de 20 reuniões técnicas durante Prospectors and Developers Association of Canada (PDAC), em Toronto (Canadá), na última semana e volta ao Estado com ao menos quatro potenciais negócios em andamento. A missão empresarial no país da América do Norte visava à atração de investimentos para a área de mineração no Estado, principalmente no que tange a tecnologia. A expectativa de Mato Grosso com a ida ao Canadá era atrair R$ 500 milhões em investimentos.

Leia mais:
Missão comercial espera atrair R$ 500 mi em investimentos de canadenses na mineração de Mato Grosso
 
A PDAC, o maior evento mundial da mineração em Toronto, no Canadá, ocorreu entre os dias 04 e 08 de março. Durante os quatro dias de evento mais de 15 mil pessoas visitaram a feira, dividida em duas áreas: feiras de negócios e tecnologias; e palestras e investimentos.
 
Ao todo 30 pessoas entre empresários do setor de mineração e do Governo de Mato Grosso participaram da feira. A missão foi idealizada pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Desenvolve MT. Na ocasião um Bloco Regional formado por 17 municípios mato-grossenses foi criado.
 
Em meio aos empresários mato-grossenses estavam representantes de cooperativas de ouro e diamante.
 
“Abrimos caminho para a atração dos investimentos que tanto precisamos para o desenvolvimento da cadeia da mineração do estado", pontua o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Ricardo Tomczyk, que fez parte da comitiva.
 
Conforme Tomczyk, o grupo durante a viagem teve condições de receber instruções quanto a tecnologia no mercado mineral no Mundo. "Desta forma podemos criar as melhores políticas e dar todo o apoio que o setor precisa para gerar desenvolvimento, gerar renda e emprego para Mato Grosso", frisa.
 
O diretor de projetos da Desenvolve MT, João Gebera, observa que a feira no Canadá amplia possibilidades para o setor mineral mato-grossense.
 
Durante o evento, além de visitarem estandes de quatro províncias canadenses, onde discutiu-se financiamentos para pesquisa e prospecção, a comitiva mato-grossense participou de um evento do Banco Nacional do Canadá, em que se teve contato com diversas mineradoras, investidores e com a equipe de mineração do banco que é responsável por prospectar novos negócios para fundos de investimentos de clientes.
 
Integraram a comitiva de Mato Grosso o secretário da Sedec,  Ricardo Tomczyk, o  deputado estadual Oscar Bezerra, representantes da Câmara de Comércio Brasil-Canadá, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), da Companhia Mato-grossense de Mineração do Estado de Mato Grosso (Metamat) e das prefeituras de Alta Floresta, Apiacás, Juína, Peixoto de Azevedo, Nova Guarita, Jaciara e Rondonópolis, Cooperativa dos Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto (Coogavepe), Cooperativa de Produtores de Diamante Ltda, de Juína (Cooprodil) e Cooperativa de Desenvolvimento de Minerais de Poconé (Cooper Poconé).

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet