Agro Olhar

Domingo, 23 de julho de 2017

Notícias / Energia

Bandeira amarela volta a fazer parte da conta de energia e R$ 2 serão cobrados a mais a cada 100 kWh

Da Redação - Viviane Petroli

02 Mar 2017 - 08:00

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Bandeira amarela volta a fazer parte da conta de energia e R$ 2 serão cobrados a mais a cada 100 kWh
A bandeira tarifária amarela voltou a ser acionada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). No mês de março a cada 100 kWh consumidos a população mato-grossense e brasileira verá R$ 2 cobrados a mais na conta de luz. Bandeira amarela foi necessária, segundo a agência, porque previsão de chuvas para o período está abaixo do esperado anteriormente.

Leia mais:
Mato Grosso tem redução de 4,29% na demanda por energia no horário de ponta
 
A Aneel explica que a volta da bandeira tarifária amarela na conta de energia é decorrente a previsão das vazões, no mês de março, "que chegam nos reservatórios das hidrelétricas ficou abaixo da expectativa anterior, o que levou a indicação de maior geração termelétrica como medida para preservar os níveis de armazenamento e garantir o atendimento à carga do sistema"
 
As cores verde, amarela ou vermelha indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade. No mês de fevereiro a bandeira tarifária verde vigorou nas contas de luz, o que significa que não houve cobrança.
 
As bandeiras começaram a vigorar em janeiro de 2015 e a cobrança foi mudando de vermelho para verde de acordo com a situação dos reservatórios das hidrelétricas.
 
A Aneel salienta que a "bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz", ou seja, "é uma forma diferente de apresentar um valor que já está na conta de energia, mas que geralmente passa despercebido".
 
Confira algumas dicas da Aneel para economizar:
 
Chuveiro elétrico
 · Tomar banhos mais curtos, de até cinco minutos
 · Selecionar a temperatura morna no verão
 · Verificar as potências no seu chuveiro e calcular o seu consumo
 
Ar condicionado
 · Não deixar portas e janelas abertas em ambientes com ar condicionado
 · Manter os filtros limpos
 · Diminuir ao máximo o tempo de utilização do aparelho de ar condicionado
 · Colocar cortinas nas janelas que recebem sol direto
 
Geladeira
 · Só deixar a porta da geladeira aberta o tempo que for necessário
 · Regular a temperatura interna de acordo com o manual de instruções
 · Nunca colocar alimentos quentes dentro da geladeira
 · Deixar espaço para ventilação na parte de trás da geladeira e não utilizá-la para secar panos
 · Não forrar as prateleiras
 · Descongelar a geladeira e verificar as borrachas de vedação regularmente
 
Iluminação
 · Utilizar iluminação natural ou lâmpadas econômicas e apagar a luz ao sair de um cômodo; pintar o ambiente com cores claras
 
Ferro de passar
 · Juntar roupas para passar de uma só vez
 · Separar as roupas por tipo e começar por aquelas que exigem menor temperatura
 · Nunca deixe o ferro ligado enquanto faz outra coisa
 
Aparelhos em stand-by
 · Retirar os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • flow light
    03 Mar 2017 às 10:39

    Energia solar - fabio.flowlight@gmail.com - Se livre da conta de energia. Solicite o seu orçamento.

  • DeOlho
    03 Mar 2017 às 09:15

    Aí eu pergunto: Por que Manso só está usando 2 das 4 turbinas?? Não tá sobrando água?? Isso é de propósito só pro governo e as empresas cobrarem essa bandeira amarela... O trabalhador SEMPRE paga a conta por toda a roubalheira do governo...

  • Fabio
    03 Mar 2017 às 09:03

    Energia Solar é a solução para esse tipo de problema! Existem linhas de financiamento para pagamento da usina em 10 anos. É só uma questão de usar a cabeça e perder o medo da energia solar.

  • SELMO DE OLIVEIRA
    03 Mar 2017 às 09:03

    O QUE PODEMOS FAZER ? NÃO TEMOS A QUEM RECORRER. SE NÃO PAGAR, SEU NOME VAI PARA LISTA DE INADIMPLENTES. ESTAMOS A MERCÊ DESSES EMPRESÁRIOS E GOVERNO . INFELIZMENTE!

  • Francisco
    02 Mar 2017 às 17:42

    O negócio é energia solar, de graça por uns 20 anos.

  • Marcos
    02 Mar 2017 às 16:41

    Quando não tem chuva eles vêm com essa de bandeiras vermelhas e amarelas. Agora até ponto de alagamentos e alerta de inundação tem. Realmente é complicado pra entender. É como disse Thiago. Empresas fazem o que bem entendem e fica tudo por isso mesmo. Cab, Energisa, Empresas de telefonia, TV por assinatura. É sempre muito difícil de se resolver qualquer pendência por mais simples que seja. O Governo tá nem aí. Que suguem o consumidor...

  • Rodrigo Uliana de Souza
    02 Mar 2017 às 12:04

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • saco cheio
    02 Mar 2017 às 10:18

    Gente! Chovendo até! Bandeira amarela por que?????

  • Tiago
    02 Mar 2017 às 08:43

    E o povo num tem como se defender... governo, empresas e tudo mais fazem o que querem, e nó consumidores, se não pagar é colocado na lista negra... spc, serasa... tudo e tudo... tamô é fud... mesmo!!!!

  • Carlos
    02 Mar 2017 às 08:29

    Isso já virou uma extorsão camuflada

Sitevip Internet