Agro Olhar

Sábado, 24 de junho de 2017

Notícias / Energia

Energia elétrica segue líder em reclamações no Procon; Energisa afirma que atendimento caiu

Da Redação - Viviane Petroli

24 Ago 2016 - 08:07

Foto: Assessoria Energisa

Energia elétrica segue líder em reclamações no Procon; Energisa afirma que atendimento caiu
A energia elétrica mais uma vez liderou o ranking de reclamações do Procon Estadual. Dos 1.923 registros de julho no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), 378 referiam-se ao serviço de energia elétrica.

O ranking das reclamações realizadas no Procon Estadual no mês de julho foi divulgado nesta terça-feira, 23 de agosto. Segundo dados do Sindec, o setor de "Serviços Essenciais" foi o campeão com 967 registros, dos quais 378 atendimentos referiram-se a categoria de "Energia Elétrica", seguido por "Água e Esgoto" com 329 registros e "Telefonia Celular" com 162 reclamações.

Leia mais:
Projeto da Energisa para troca de eletrodomésticos com 50% desconto beneficia 15 mil famílias

Apesar da liderança, a Energisa destaca que os atendimentos em julho se comparado a janeiro caíram 44,7%. Em janeiro haviam sido constatadas 683 reclamações. A diminuição, pontua a distribuidora de energia elétrica, é vista mês a mês. Em fevereiro haviam sido 679 registros, março 639 registro, abril 524, maio 558 e junho 468 reclamações. Ao se comparar com julho de 2015 o recuo é de 34%.

A Energisa, em nota, revela avaliar e tratar de todas as reclamações encaminhadas pelo Procon. Segundo o coordenador de Gestão da Reclamação da Energisa Mato Grosso, Edisandro Azevedo, 90% dos registros continuam sendo considerados improcedentes, ou seja, tratam-se de reclamações relacionadas a dúvidas sobre variação de consumo, por exemplo.

Conforme o coordenador de Gestão da Reclamação da Energisa Mato Grosso, a redução nas reclamações é resultado de ações desempenhadas pela distribuidora em busca de melhorar a qualidade do fornecimento de energia, do atendimento e o tratamento das reclamações.

O coordenador destaca ainda que há uma tendência de aumento de consumo nos meses de agosto e setembro, visto serem períodos do ano de tempo mais quente e seco, o que pode elevar o nível de reclamações dos clientes.

"É um período difícil, no qual a mudança de hábitos é fundamental, porque equipamentos como geladeira, freezer e ar condicionado consomem mais, mesmo que fiquem ligados pelo mesmo período que nos meses mais frescos. Por isso estamos sendo transparentes e fazendo esse alerta. Já enviamos material informativo junto à conta de energia de grande parte dos nossos clientes, alertando para essa variação de consumo e vamos falar disso em todas as oportunidades", diz o coordenador.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Andrea lucilenesilva
    17 Mai 2017 às 16:59

    Infelizmente , e um absurdo paguei 2contas de energia atendende disse se quisesse no prazo normal levaria ate24hrs ou ligação de emergência que poderia ser de ate 4hrs em menos de uma1hr eles vieram religar, como não estava com a folha mão não pode fazer a religacao resumindo vou pagar 36reis na próxima conta isso é absurdo

  • Francisco
    13 Fev 2017 às 00:42

    Muita exigencia de documentos para ligar um padrao de luz. Burocracia demais para um servico pra sociedade. Nunca fui tao ignorado na minha vida. Mas a justica vem de Deus e nao do homem e toda a forra do homem um dia chega ao fim. Desculpem o desabafo.

  • manoel germano de campos filho
    24 Ago 2016 às 10:53

    é uma empresa que não tem compromisso com o social, péssimo atendimento ao consumidor, é só irem ate la e confirmarem.

Sitevip Internet