Agro Olhar

Domingo, 23 de julho de 2017

Notícias / Energia

Energisa faz operação contra fraudes na rede de distribuição no Cristo Rei; prejuízo de R$ 785 mil

Da Redação - Patrícia Neves

24 Mai 2016 - 12:01

Energisa faz operação contra fraudes na rede de distribuição no Cristo Rei; prejuízo de R$ 785 mil
A equipe de Combate a Perdas da Energisa Mato Grosso faz nesta semana uma operação de impacto na região do Cristo Rei, em Várzea Grande. A ação tem por objetivo verificar a existência de irregularidades na rede de distribuição de energia elétrica, como os ‘gatos’ e adulteração nos medidores, por exemplo. No Cristo Rei, as perdas decorrentes de fraudes e furtos de energia chegaram a 1.300 Megawatts-hora nos últimos 12 meses, que equivalem a R$ 785 mil e ao consumo de 471 residências no período de um ano.

Leia Mais:
Tarifas e bandeira vermelha determinadas pelo governo federal são os alvos das reclamações, diz Energisa

Segundo a assessoria, a  operação de impacto começou ontem e segue até amanhã. Na tarde de hoje (24), contará com a parceria da Perícia Oficial e Idenficação Técnica (Politec). O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal, com pena de reclusão de um a quatro anos e pagamento de multa.

“Os furtos de energia trazem diversos prejuízos à população, pois podem interferir na tarifa, colocar em risco a segurança das pessoas e impactar na qualidade do fornecimento”, explica o gerente do Departamento de Combate a Perdas, Felipe Costa da Silva.

Ainda conforme assessoria, a Energisa tem um trabalho planejado de redução do índice de perdas de energia, que atualmente é de cerca de 5% em Mato Grosso. Além das operações de impacto, que já iniciaram no interior e hoje começam em Cuiabá, ocorrem também as ações diárias ao longo de todo ao ano, com equipes que trabalham a partir de indícios de irregularidades em unidades consumidoras, independentemente de bairro ou classe social.

A empresa também realiza o evento itinerante Energisa na Comunidade, uma vez por mês, sempre em um bairro diferente, permitindo a negociação de débitos e a regularização de situações de furto ou fraude.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Rosilene lima
    31 Mai 2016 às 20:53

    A possibilidade desse projeto vim pra Bahia

Sitevip Internet