Agro Olhar

Domingo, 23 de julho de 2017

Notícias / Tecnologia

Chip de Genotipagem de Eucalipto será uma das atrações da Agrishow 2016, em Ribeirão Preto, SP

Irene Santana/Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

27 Abr 2016 - 12:00

Uma nova tecnologia desenvolvida pela Embrapa capaz de reduzir em até 50% o tempo gasto no melhoramento genético de eucalipto será apresentada na Agrishow 2016 - Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que começa nesta segunda-feira (25/04) e vai até o dia 29 de abril em Ribeirão Preto (SP). Trata-se de um chip de genotipagem, denominado EucHIP60k, que permite a análise simultânea de 60 mil marcadores distribuídos por todo o genoma da planta e que tem elevado potencial de aplicação no setor florestal de vários países, pois foi desenvolvida com base nas 10 espécies de eucalipto mais utilizadas em nível mundial.

O chip oferece como vantagem principal ao setor produtivo florestal a possibilidade de reduzir o tempo utilizado no melhoramento genético, que atualmente varia de 9 a 18 anos, para 6 a 9 anos, o que também impacta a redução de custos. Essa redução do tempo é possível pelo fato de o chip permitir ao produtor plantar apenas espécies selecionadas com as características que ele procura e que podem estar relacionadas à produtividade, crescimento, tolerância à seca e resistência a doenças, entre inúmeras outras. Com isso, o produtor consegue pular várias etapas no processo de melhoria genética.

A inovação é resultado de um projeto financiado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) e foi desenvolvido a partir de dados de sequenciamento de 240 árvores de 12 espécies de eucalipto. O critério para a seleção dos 60 mil marcadores foi, principalmente, a sua distribuição homogênea ao longo de todo o genoma da planta. O conhecimento sobre genômica que levou ao desenvolvimento do chip é fruto de mais de uma década de trabalho do pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Dario Grattapaglia em prol do melhoramento genético do eucalipto. A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia é uma das unidades de pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, localizada em Brasília, DF.

Pesquisador responsável pelo desenvolvimento do chip estará na feira dia 26/04

No dia 26 de abril, terça-feira, o pesquisador Dario Grattapaglia, responsável pelo desenvolvimento do chip de genotipagem de eucalipto, estará na Agrishow 2016. Ele ficará no estande da Embrapa, na área destinada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), juntamente com a técnica do Núcleo de Comunicação Organizacional Dorinha Medeiros. Grattapaglia vai apresentar pessoalmente o chip, mostrar plantas in vitro de eucalipto, produtos feitos a partir de celulose e também tirar dúvidas dos interessados na tecnologia.

De acordo com o pesquisador, o que mais motiva os cientistas na busca de resultados em prol do setor florestal é a pujança desse setor no Brasil, uma vez que o eucalipto, como matéria-prima da indústria responde hoje por 2% do PIB e figura entre os principais produtos na pauta de exportação, com uma contribuição de US$ 6 bilhões por ano e geração de mais de 2 milhões de empregos diretos e indiretos.

Chip é tecnologia "open source"

A tecnologia foi transferida inicialmente para a empresa norte-americana Geneseek – maior empresa de genotipagem agrícola do mundo e atualmente responsável por sua comercialização - mas é do tipo "open source", ou seja, não é patenteada e está disponível para todos os países interessados. Para o pesquisador Dario Grattapaglia, essa forma de trabalho promove o intercâmbio e amplia o conhecimento. "É o futuro da ciência, que não pode ter fronteiras", enfatiza.

O próprio desenvolvimento do EucHIP60k é decorrente de um modelo de negócio inovador, chamado de "crowfunding". Essa forma de fazer negócios pode ser comparada a uma "vaquinha" entre várias instituições para se chegar a um resultado que vai beneficiar a todas. Chips como o EucHIP60K já são amplamente usados em programas de melhoramento genético de bovinos e estão ganhando espaço com as grandes culturas agrícolas. "Mas, no setor florestal, somos pioneiros", afirma Grattapaglia.

A Agrishow é considerada uma das três maiores feiras de tecnologia agrícola do mundo. A feira é uma iniciativa das principais entidades do agronegócio no país: Abag - Associação Brasileira do Agronegócio; Abimaq - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos; Anda - Associação Nacional para Difusão de Adubos; Faesp - Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado de São Paulo; e SRB - Sociedade Rural Brasileira.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet