Agro Olhar

Domingo, 23 de julho de 2017

Notícias / Jurídico

Justiça determina apreensão de 235 toneladas de sementes ilegais em Mato Grosso

Da Redação – Viviane Petroli

08 Set 2015 - 09:36

Foto: Pauta Pronta

Justiça determina apreensão de 235 toneladas de sementes ilegais em Mato Grosso
Aproximadamente 235 toneladas de sementes de soja sem registro foram apreendidas em determinação da Justiça. A apreensão ocorreu no dia 20 de agosto em cumprimento a uma medida cautelar inominada expedida pela juíza da Segunda Vara Cível da Comarca de Primavera do Leste, Viviane Brito Rebello Isernhagen.

A ação foi movida pela Nidera Sementes e Dupont do Brasil contra duas empresas em Primavera do Leste, sendo uma delas empresa de serviços de agronomia e de consultoria às atividades agrícolas e pecuárias e a outra de propriedade rural.

Leia mais:
Mapa deflagra operação de combate à pirataria de sementes em Mato Grosso

As sementes foram localizadas, segundo a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), em duas propriedades rurais. Em uma das fazendas foram apreendidas 4,2 toneladas de sementes de soja em três "big-bags" e em outra propriedade 231 toneladas distribuídas em 330 "big-bags".

Os lotes foram lacrados pelos oficiais de Justiça e em caso de descumprimento da ordem de guarda e conservação dos lotes apreendidos será incidida uma multa de R$ 500 mil.

Na ação foram apreendidas documentos e discos rígidos da empresa de consultoria.

Combate

O combate à comercialização de sementes ilegais, também conhecida como sementes piratas, tem se intensificado em Mato Grosso nos últimos dias. Recentemente o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), deflagrou uma operação no estado que contou com a participação de fiscais de Goiás, Mato Grosso Sul, Tocantins e Paraná.

Na operação sete equipes atuaram e realizaram oito autuações em fazendas localizadas em municípios como Sorriso, Lucas do Rio Verde, Sinop e Primavera do Leste, como o Agro Olhar comentou.

Os relatórios, destacou o chefe do Serviço de Fiscalização de Insumos Agrícolas do Mapa, Sidnei Francisco Cruz, na ocasião, ainda são analisados e novas ações de fiscalização não estão descartadas.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet