Agro Olhar

Sábado, 24 de junho de 2017

Notícias / Ecologia

Construções apostam em reuso e lâmpadas naturais; aprenda a fazer

G1

08 Jun 2015 - 02:25

Foto: (Foto: Reprodução / TV TEM)

Garrafas pet com água e cloro fazem iluminação natural

Garrafas pet com água e cloro fazem iluminação natural

A construção civil é hoje um dos setores que mais agridem o meio ambiente, e produz metade do lixo que é gerado no país. Pensando em mudar essa situação, construtoras de Araçatuba (SP) estão buscando meios sustentáveis de economizar e investir nas chamadas “obras verdes”.

Na obra do empresário Reinaldo Dainez, nenhuma sobra vira lixo, muito menos entulho, tudo é reaproveitado. O excesso de concreto é colocado em uma máquina, triturado e reutilizado na própria construção. A mesma madeira é usada várias vezes e nunca é descartada. “Todas as madeiras são usadas, em média, 20 vezes, até chegarmos aos pedaços que não dá mais para usar na obra e levamos para olarias, para ser novamente utilizado”, conta Daniez.

Segundo especialistas, a construção civil é responsável por cerca de 50% do lixo gerado no país. O setor também consome 75% dos recursos naturais. Para diminuir esse impacto, nas últimas décadas, construtoras começaram a desenvolveras chamadas obras verdes, que agridem menos o planeta. Práticas como reaproveitamento de água e reciclagem passaram a ser adotadas.

De acordo com empresários do setor, essas obras diminuem em 30% o uso de recursos naturais em comparação com as convencionais e ainda despertam consciência ambiental nas pessoas.

Em outra construção, do empresário Luis Fernando Ramos, várias medidas foram adotadas para preservar o meio ambiente e reduzir os gastos. Para evitar o uso de madeira, não há vigas nem pilares. Além disso, todos os itens foram substituídos por metal. A água da chuva também é reaproveitada na obra e o entulho reciclado e reutilizado. “Nós temos baias onde são reservados os resíduos e empresas de coleta vem e recolhem para reutiliza-los em outras atividades”, comenta Ramos.

No setor administrativo, as luzes foram substituídas por garrafas pet com água e cloro, que equivalem a lâmpadas 60W. Além de economizar energia, a medida ajudou a conscientizar os funcionários.

Como fazer a lâmpada verde

Para fazer a iluminação natural, basta misturar 1,5 l de água a 200 ml de cloro em uma garrafa transparente. Você deve prender as garrafas com cola de resina para evitar vazamentos e a lâmpada funciona melhor se a tampa for encapada com fita preta ou escura.
Sitevip Internet